Os Melhores Destinos na Europa para Investir

Os Melhores Destinos na Europa para Investir

17 de janeiro de 2019 0 Por admin

Conheça os melhores destinos na Europa para os empresários que querem basear suas operações em outro países e aproveitar as isenções fiscais e a nova clientela.

França

A França tem um sistema legal e regulatório bem desenvolvido, similarmente ao de outros países membros da UE. Existem apenas algumas restrições à constituição de empresas, exceto em certas áreas, como bancos e seguros, e não há restrições à importação ou capital estrangeiro.

destinos na Europa

A França compartilha a alíquota de imposto corporativo de 33%. O governo francês tem estado muito interessado em buscar investimentos estrangeiros nos últimos anos. Não apenas para impulsionar a economia francesa, mas também para se livrar da velha imagem de que a França está trabalhando sob camadas de burocracia.

Hoje, isso não poderia estar mais longe da verdade. O sistema para incorporar uma empresa na França foi simplificado, então o processo leva apenas algumas semanas.

Além de ser uma das economias mais fortes do mundo, a cena de startups na França é o lugar para algumas das mentes mais inovadoras em tecnologia e ciência. Por esse motivo, é um dos melhores destinos na Europa.

Alemanha

destinos na Europa

Outro país que está entre os melhores destinos na Europa para investir, é a Alemanha. Que tem sido um ótimo lugar para os empresários criarem negócios.

A forte posição econômica e política do país e o fato de reivindicar o maior mercado, população e economia da UE, significa que os empresários com um olho na criação de uma estrutura de negócios sólida e estável procuram frequentemente a Alemanha para criar os seus negócios.

A economia alemã é em grande parte construída sobre pequenas empresas. E, de acordo com a Câmara de Comércio, existem 3,72 milhões de empresas em todo o país. Sendo que 99,5% delas são pequenas ou médias empresas.

A baixa taxa de imposto corporativo também parece uma perspectiva tentadora. Mas você precisa estar ciente de que há uma série de outros impostos que o governo alemão cobra das empresas. Entre eles é o imposto sobre vendas municipal e sobretaxas de solidariedade. O que significa que imposto corporativo você acaba pagando cerca de 33% de imposto.

Mas o governo alemão oferece uma ampla gama de programas de incentivo. Incluindo empréstimos e subsídios, dependendo da natureza da empresa e da localização pretendida.

Algumas áreas da Alemanha oferecem bolsas de investimento de capital de até 50% para as pequenas e médias empresas. Assim você estará bem colocado dentro deste país se estiver pensando em começar pequeno para testar o mercado.

Reino Unido

Apesar da melancolia em relação à votação do Brexit, o Reino Unido está, na verdade, fazendo grandes esforços para garantir que os empresários estrangeiros não abandonem o navio para seus vizinhos da UE.

A redução do imposto sobre as sociedades para apenas 19%. Essa é apenas uma das concessões que o governo britânico fez para garantir que sua reputação como um dos principais destinos de negócios não seja prejudicada. Sendo assim, o Reino Unido se encontra como um dos melhores destinos na Europa para investir.

A Grã-Bretanha sempre se mostrou inteligente quando se trata de ajudar as empresas a se estabelecerem em suas margens. O sistema de incorporação de negócios e as instalações bancárias internacionais com a proximidade de um dos maiores distritos financeiros do mundo sempre fizeram o Reino Unido, e especialmente Londres um local para pessoas com grandes sonhos empresariais.

Nem tudo está perdido quando se trata de negociar com outros países da UE. Como a Noruega demonstrou, ainda é possível negociar perfeitamente sem ser um membro integralmente pago da UE.

E países como a Suíça mostraram que os acordos comerciais que são feitos sob medida para um país em particular podem funcionar muito bem em vez de comprometer os acordos de tamanho único que surgem ao ser um membro da UE.

Irlanda

destinos na Europa

Mas se você preferir ficar com o Euro, então a Irlanda também é um ótimo destino na Europa para investir!

A Irlanda pode ser um país pequeno. Mas a chamada economia do Tigre Celta é alimentada por investimentos estrangeiros, baixos impostos corporativos e uma abordagem liberal ao comércio. Além de ser de língua inglesa e ter proximidade ao Reino Unido. A Irlanda ainda tem a vantagem de ainda estar na UE.

A Irlanda também está perfeitamente posicionada como uma ponte comercial entre a Europa e os Estados Unidos. E além disso, tem um ambiente fiscal particularmente benéfico em todas as receitas comerciais.

O governo da Irlanda modernizou sua infraestrutura reguladora em um único órgão: a Autoridade Reguladora de Serviços Financeiros da Irlanda. O regime geral é relativamente relaxado e não há restrições gerais à propriedade estrangeira.

A boa notícia é que o capital e os dividendos podem ser livremente repatriados. E, como a Irlanda tem tratados fiscais bilaterais com muitos países, os investidores estrangeiros consideram a Irlanda o local perfeito para montar um negócio.

Incentivos para investir na Irlanda

As autoridades irlandesas, em coordenação com a UE, também oferecem uma ampla gama de incentivos para investidores internacionais, incluindo:

  • Subsídios de capital para o custo de terrenos
  • Subsídios de capital para o custo de edifícios
  • Subsídios de capital para o custo de instalações e equipamentos
  • Subsídios de emprego
  • Treinamento para promover a criação de empregos e bolsas de pesquisa e desenvolvimento

Portanto, seja qual for o seu negócio no Brasil, você pode encontrar um ótimo local para expansão sobre as fronteiras na França e na Alemanha, ou sobre as águas na Irlanda e no Reino Unido.

Se precisar de mais informações sobre como abrir uma empresa na Europa, e quais os melhores destinos na Europa para investir, incluindo  a abertura de uma conta bancária ou concessão de vistos entre em contato e teremos prazer em discutir suas necessidades!